Terça-feira, 23 de Agosto de 2011

Conversa celestial

 

Conversa celestial.

-Ó avô, um dia tu vais morrer, não vais?

-Vou.

-Então vais-te juntar com o avô Manel, que está no céu, não vais?

-É possivel. Pode ser que o encontre nas obras!

-Ó avô, mas no céu não se trabalha, só se descansa!

-Ó minha neta, mas a ociosidade é um pecado.

-Ó Avô, mas o que é a ociosidade?

-É não fazer nada?

-Mas o avô  Manel gostava de  trabalhar!

-Então, o descanso eterno, para ele, deve seu um castigo!

-Pois é!

-Então devia ir para o Inferno. Pelo menos, lá uma pessoa pula.

-Jogam à corda?

-Sim, com o rabo do Diabo!

-Mas, se encontrares o avô Manel  vê lá se lhe arranjas algum trabalhinho.

-Tá bem. Quando o encontrar, convido-o para almoçar e depois peço ao dono do restaurante, para lhe dar emprego a lavar a loiça.

-Mas no Céu não há restaurantes, avô.

-Ó minha neta. Então, no Céu, só se descansa? Não há restaurantes! Sim senhor. Tu não ouves os trovões?

-Sim

-Pois ficas a saber que é quando servem feijoada à transmontana, e depois, os que fazem alguma coisa, vão ao quarto de banho. Por isso é que as nuvens ficam negras!

-Ah!

-E quando as nuvens são brancas, é sinal que funcionam como esplanadas, para tomarem o chá das cinco.

-Ó avô, tu estás a brincar?

-Estou, porque eu só vou para o céu se tiver alguma coisa para fazer.

-Podes fazer os teus poemas, para os anjinhos!

-Os meus poemas não são para anjinhos.

Achas que, se o teu  avô  morrer, com oitenta ou noventa anos, tem direito ao descanso eterno?!  Isso é um negócio da china, que a Igreja promete! Viver cem anos e ter o descanso eterno, como prenda! Cheira-me a conto do vigário!

-Então não é bom?

-Sim, é como aqui na terra, em que os políticos, com meia dúzia d’anos de serviço, logo ganham direito à reforma, e por inteiro! É céu no terra!

-Então, tu podias ser político, para treinar!

 -Ai minha, neta. Não há como ser criança, para dar bons conselhos! Um dia, vais perceber que ser político é ter o Diabo como conselheiro e prometer delícias celestiais! Depois vem o FMI?

-O que é o FMI?

-Acabou esta conversa. Agora, vou-te contar a história da Gata Borralheira.

-Conta, avô, enquanto não vais para o céu, mas ainda demora muito!

-És uma convencida!

-O avô Manel, que está no Céu, já me tinha dito.

-Tá bem. Quando eu morrer, para onde eu for eu digo-te. Telefono-te ou mando-te um e-mail!

-Ó avô, estás a brincar?

-Vamos lá à história. Aproveitemos, enquanto o céu está azul e as nuvens são brancas!

----------------------------xxxxxxxxxxxx--------------------------------

Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo

Gondomar

publicado por figas às 23:23
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Carta para Maria

. Antes que tarde

. Redução do défice

. Copos e mulheres

. PROCESSO DOS VISTOS

. Quando fores pai.

. Foto de "Poesia de Dentro...

. LEVA-ME

. POEMA DO NADA

. A NAU "ESPERANÇA" VOLTARÁ...

.arquivos

. Agosto 2018

. Março 2017

. Maio 2015

. Abril 2015

. Novembro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds