Sábado, 28 de Setembro de 2013

O sossego do espírito!

O sossego do espírito
 
Deitei meu esqueleto na cama,
Coberto por manto;
Tecido de fios de carne,
Quase seca!

Aconcheguei-lhe o coração,
Que, de lado batia, sossegado,
Porém o espírito do esqueleto
Ficou de pé,  por perto,
A vaguear, a indagar,
E só consegue descansar
Quando encontra outro esqueleto,
Com melhor carne coberto
E com porta por onde possa entrar
E sossegar na sua sala de estar!

O sossego, 
De qualquer espírito que ame,
É encontrar matéria com boa carne!
……………..XXXXXXXXXXX……..
Autor: Silvino Figueiredo
(Figas de Saint Pierre de Lá-Buraque)
Gondomar
tags:
publicado por figas às 17:20
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Carta para Maria

. Antes que tarde

. Redução do défice

. Copos e mulheres

. PROCESSO DOS VISTOS

. Quando fores pai.

. Foto de "Poesia de Dentro...

. LEVA-ME

. POEMA DO NADA

. A NAU "ESPERANÇA" VOLTARÁ...

.arquivos

. Agosto 2018

. Março 2017

. Maio 2015

. Abril 2015

. Novembro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds