Quarta-feira, 19 de Março de 2008

TOSQUIA

TOSQUIA

Eram pastores

Quando se  encontravam

Juntavam seus amores

E iam para o prado,

Nela subiam-lhe rubores,

Nele crescia o cajado

E amorosos suores!

 

O Sol já ia dormir,

Do prado acabaram por se vir,

A casa chegaram tarde

-quase à ora de ceia-

Ela –já cheia-

Para comer sem vontade,

Do gado ele arrumou  guizos,

Pôs o cajado em sossego

E com pensamentos perdidos

Dormiu a noite do medo.

 

A noite durou nove meses,

Mas da longa noite se fez dia,

Como se faz todas as vezes

Quando nasce  nova alegria

Novo amor

Que-um dia-

Se fingir de carneirinha,

Já com sua lã comprida,

Terá seu tosquiador,

Que da lã tosquiada

Fará linda roupinha

Para menino ou menina!

.................xxxxxxx...............................

Autor:Silvino Taveira Machado  Figueiredo

Gondomar

tags:
publicado por figas às 13:30
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Carta para Maria

. Antes que tarde

. Redução do défice

. Copos e mulheres

. PROCESSO DOS VISTOS

. Quando fores pai.

. Foto de "Poesia de Dentro...

. LEVA-ME

. POEMA DO NADA

. A NAU "ESPERANÇA" VOLTARÁ...

.arquivos

. Agosto 2018

. Março 2017

. Maio 2015

. Abril 2015

. Novembro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds