Segunda-feira, 10 de Maio de 2010

Inverno

Inverno é o frio da vida,
frio,
frio,
lábios gelados,
corpo com frio,
com dores,
mas se conseguirmos dizer a palavra amor,
e fazê-lo
então, no iverno da vida haverá calores.

O inverno da vida,
frio,
só frio,
é um inferno.
..............xxxxxxxxxxxxx.............
Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo
(figas de saint pierre de lá-buraque)
Gondomar

publicado por figas às 17:30
link do post | comentar | favorito

Acreditem

Intróito do autor:
Poema, para ser dito com voz meiga,
doce, fragrante, com leve acento irónico.
A cena é entre um adulto (possivelmete catequista) e um menino.

-"Menino. Vês o Sol? Olha, sabes? Foi Deus quem o fez! Acredita.
Vês o mar? Oha, foi Deus quem o fez! Acredita!
Vês a floresta? Olha. Sabes? Foi Deus quem tudo fez! Acredita."

Seguiram-se muitas outras demonstrações, com certificado ISO900!

Foram tantas,
tantas,
tantas,
que o menino,
às tantas,
perguntou se Deus também acreditava nele!

Não obteve resposta,
porque ninguém sabe de quem Deus gosta!

Acreditem.
É o que dizem!
............xxxxxxxxxxx..............
Autor Silvino Figueiredo
Gondomar

publicado por figas às 17:29
link do post | comentar | favorito

A felicidade

A felicidade;
nuvem que passa no céu azul,
que fica suspensa no céu cinzento e
se carregada de água larga mágoa! Felicidade,
bem que não se pode prender,
que dura apenas o tempo duma nuvem,
no céu azul a passar,
sem água de mágoa largar!

Felicidade
se não se apode prender,
que haja felicidade no tempo
que com ela se viver!
............xxxxxxxxxx............
Silvino Taveira Machado Figueiredo
(o figas de saint pierre delá-buraque)
SPA Nº 15727
Gondomar

publicado por figas às 17:26
link do post | comentar | favorito

A natureza da vida!

A Natureza expulsou-me dum ventre e
deu-me vida como sorte, mas
a Natureza, lentamente,
vai-me empurrando prá morte,
depois, meu corpo,
de vida não mais dono, será
como folha; filha de Outono e,
como de costume, será apenas estrume,
que novamente dará vida,
dum ventre, novamente, saída!

É a vida!"
..............xxxxxxxxxxxx....................
Autor deste original inédito:
Silvino Taveira Machado Figueiredo
(o figas de

tags:
publicado por figas às 17:23
link do post | comentar | favorito

Formosas são as palavras!

Formosas são as palavras!

 

Formosas são as palavras;

Sons por lábios burilados,

Meiguices ou duras clavas

Quando são pronunciados.

Palavras leva-as o vento,

Vão em todas as direcções,

São d’amor contentamento

Se presas nos corações!

Palavras, palavras são

Escritas de muitos actos

Duma qualquer relação,

E esperam no imediato

A passagem à acção

Para seu efeito prático.

............xxxxxxxx................

Autor: 

Silvino. T. M. Figueiredo

Gondomar

tags:
publicado por figas às 17:07
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Carta para Maria

. Antes que tarde

. Redução do défice

. Copos e mulheres

. PROCESSO DOS VISTOS

. Quando fores pai.

. Foto de "Poesia de Dentro...

. LEVA-ME

. POEMA DO NADA

. A NAU "ESPERANÇA" VOLTARÁ...

.arquivos

. Agosto 2018

. Março 2017

. Maio 2015

. Abril 2015

. Novembro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds