Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010

Um Novembro qualquer

 

UM NOVEMBRO  QUALQUER

 

Não

Não me lembro dum Novembro qualquer

Lembro-me de cálidas tardes

Mas de nenhum Novembro anormal

Lembro-me sim

Que Novembro é  estrada

De folhas atapetada

Que nos leva ao Natal

E que Novembro é tempo especial

Da castanha assada

De provas de vinho

Do esplendor do azevinho

No tempo de Outono

Que em si tem Novembro

Mas que de nenhum me lembro

A não ser dizer que

Meu tempo  não é o que era

E que o Outono já de mim é dono

Não mais a Primavera

Em qualquer Novembro

Que possa viver

Na vida

Até ser folha de árvore caída

Para qualquer estrada atapetar

Num Novembro qualquer

Sinal

De que o Natal está a chegar.

.................xxxxxxxxxxxxx......................

Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo

(Figas de Saint Pierre de Lá-Buraque)

Gondomar

publicado por figas às 16:49
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. Devolvo a palavra

. Caídos no Chão

. Costa:

. Enciclopeidei-o

. Carta para Maria

. Antes que tarde

. Redução do défice

. Copos e mulheres

. PROCESSO DOS VISTOS

. Quando fores pai.

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Agosto 2019

. Agosto 2018

. Março 2017

. Maio 2015

. Abril 2015

. Novembro 2014

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Junho 2009

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds